Conheça as principais doenças da retina

31 Oct 2018

 

 

Os nossos olhos possuem estruturas complexas que, se não estiverem saudáveis, podem colocar em risco a qualidade da visão. Seja por traumas, doenças sistêmicas ou envelhecimento natural, todo tipo de irregularidade deve ser observada para garantir uma vida plena.

 

Uma dessas estruturas é a retina, que fica localizada na parte posterior do olho. Ela tem a função de captar a luz que entra nos olhos e enviá-la ao cérebro para que ele processe e entenda o que é visto.

De modo geral, a retina é formada pela mácula (células fotorreceptoras de alta densidade sensíveis às cores), bastonetes (células que correspondem à visão periférica e noturna) e o nervo óptico, responsável por transportar os sinais gerados pelos fotorreceptores até as células nervosas que decodificam as imagens.

 

Como disse antes, esse processo complexo precisa funcionar perfeitamente, entretanto algumas doenças podem atrapalhar essas etapas e levar até mesmo à cegueira.

 

Conheça os principais problemas que afetam a retina e saiba como evita-los:

 

Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI)

 

Essa é uma das principais causas de cegueira em pessoas com mais de 50 anos e, como o próprio nome já diz, é própria do envelhecimento. A DMRI ocorre em função de alterações na estrutura normal da mácula, comprometendo seriamente a visão central.

 

O tipo mais comum é a DMRI seca, conhecida pelo acúmulo de proteína e gordura (drusas) nas células fotorreceptoras da retina e que podem levar à sua degeneração. Há ainda a DMRI úmida, um caso mais grave em que se formam vasos sanguíneos sob a mácula e há chances maiores de cegueira.

 

Quem possui degeneração macular costuma notar distorção de linhas retas e embaçamento da visão central, especialmente durante tarefas cotidianas e leitura.

 

Descolamento de Retina

 

Por se tratar de uma urgência médica, o descolamento de retina exige cuidados especiais e imediatos. Esse problema normalmente ocorre quando o gel vítreo se separa da retina, levando ao aparecimento de rasgos e buracos na retina e ao seu descolamento. Diante desse processo, o fornecimento de nutrientes à retina fica comprometido e pode causar degeneração celular e perda progressiva da visão.

 

 

Retinopatia Diabética

 

O aumento dos níveis de açúcar no sangue altera o funcionamento dos vasos sanguíneos e da região do fundo de olho, colaborando para um risco maior de hemorragias. Quando há estreitamento ou ruptura dos vasos da retina, surgem pequenas manchas de sangue que atrapalham a visão. Esse quadro é conhecido como retinopatia diabética, um problema que afeta mais de um terço do total de pessoas com diabetes no mundo.

 

Para evitar esse problema e suas complicações é importante controlar o índice glicêmico, adotar hábitos de vida saudáveis e manter as consultas oftalmológicas em dia.

 

__

 

Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

Please reload

Posts recentes

Quais os principais tipos de glaucoma?

4 Sep 2020

Contágio pelo Coronavírus pode ocorrer através dos olhos

12 Aug 2020

Hepatite C afeta mais de 200 mil pessoas no Brasil e pode causar problemas nos olhos.

5 May 2020

1/1
Please reload

Tags

Please reload

©  2018 Todos os direitos reservados à  Dr. Marcelo Menegatti

Desenvolvido por

logo_LOGO ORIGINAL FUNDO ESCURO YBRIDA_edited.png